Colunistas6

Publicidade
Cheila Naves

Cheila Naves

Mãe de três filhas, Cristã, Professora do IFTO, Empresaria de uma academia exclusivamente feminina. Foi a primeira coordenadora do projeto social internacional Brasil - Canadá, que trabalhava com mulheres em estado de vulnerabilidade.

A pérola, tão apreciada no mercado de joias, só vem à existência depois que uma ostra é invadida por corpos estranhos, como grãos de areia por exemplo. Num mecanismo de defesa, o ser invasor é envolvido entre a concha e o manto camadas de células da própria ostra e a pérola vai se formando. Isso pode levar até três anos. Algumas não saem tão perfeitas como os joalheiros e designers querem; outras são raras, como as negras, encontradas no Taiti, mas cada uma tem o seu valor por ter nascido de uma forma tão mágica e ao mesmo tempo elaborada.

 

Neste domingo, 07/01, um grupo de empreendedoras quer compartilhar dicas, experiências, contatos, enfim, ajudar outras mulheres a focar em um caminho de sucesso. Será uma tarde regada a treinamentos e muita conversa sobre empoderamento feminino, além de sorteio de brindes no evento ¨Mulheres Empreendedoras do Século XXI”.

A iniciativa é das Pérolas de Palmas, representantes de uma famosa marca de cosméticos. O encontro será às 14h no auditório CUICA da UFT. A entrada é somente R$ 10. Uma excelente oportunidade para quem quer aproveitar o Ano Novo para mudar de vida.

Trinta e quatro vidas cuja interrupção reflete em sofrimento multiplicado a outras tantas, que são familiares, amigos, conhecidos, enfim, qualquer pessoa que teve o mínimo de convivência e sente as consequências da partida abrupta de alguém vítima do trânsito. Esse foi o número de pessoas que morreram só neste ano em Palmas, fora os que estão com sequelas de acidentes graves, que somaram 66 só em 2017 até agora, conforme dados do Projeto Vida no Trânsito.

Publicidade

Colunistas

Acesso Restrito

Contato

© Todos os direitos reservados. Ivonete Eich / Coluna VIP Tocantins | 2013-2017.

Desenvolvido por OceanoAzul 100x27