Publicidade
Sexta, 30 Junho 2017 18:56

O BINGO DA AMÉLIA

Escrito por
Avalie este item
(4 votos)
O BINGO DA AMÉLIA Malone e Malone

NINGUÉM SE IMPORTA

Primeiro levaram os negros
Mas não me importei com isso
Eu não era negro
Em seguida levaram alguns operários
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário
Depois prenderam os miseráveis
Mas não me importei com isso
Porque eu não sou miserável
Depois agarraram uns desempregados
Mas como tenho meu emprego
Também não me importei
Agora estão me levando
Mas já é tarde.
Como eu não me importei com ninguém
Ninguém se importa comigo.
                                                    Bertolt Brecht
Esse texto, do poeta alemão Bertholt Brecht, ilustra uma faceta da sociedade
pós-moderna: o individualismo exacerbado.
Penso somente em mim, na minha vida, no meu trabalho, nas minhas
prioridades. O outro não me interessa. A comunidade, as questões políticas relevantes
para a coletividade, para essas coisas, não tenho tempo. É sempre assim. Todos são
assim.
Todos são assim? SQN 1, como diria um integrante da geração Z (ou iGeneration 2). Nem todas as pessoas são assim.
Embora não se possa negar a prevalência do individualismo na contemporaneidade, é possível presenciar ações de solidariedade, comportamentos que
demonstram que uns ainda se importam com os outros.
Nesse dia 29/06/2017, foi possível testemunhar umas dessas ações em Palmas/TO, durante a realização de um bingo. O BINGO DA AMÉLIA.
Amélia já foi personagem dessa coluna. 

Poderiam ser sinônimos para Amélia: corrida, determinação, pódio, coragem,
foco, disciplina, vontade de vencer, força, tênis furado....Tênis furado?? Isso mesmo.
Essa atleta amadora, de 62 anos e muitos troféus (26 vitórias, quase todas em 1º lugar),
tinha apenas 1 tênis, que sucumbiu ao uso e furou. As modestas condições financeiras
não lhe permitiam a compra de outro par.
Surgiu, então, a ideia de realizar o bingo, para poder custear um novo calçado
para essa admirável pessoa. Amigas se juntaram e se tornaram Djs, decoradoras,
cozinheiras, vendedoras, cada uma providenciando um detalhe. Pediram e doaram
brindes, venderam e compraram cartelas, emprestaram sofás e jarras, convidaram outras
amigas. Um verdadeiro mutirão para dar concretude ao desejo de ajudar alguém.
E assim se fez.
PARA PROVAR QUE AINDA NOS IMPORTAMOS.

1 Gíria muito utilizada na internet e redes sociais, que significa “só que não”´.
2 Termo empregado para se referir às pessoas nascidas da metade da década de 90 até o ano de 2010, cuja característica é a grande familiaridade com a internet e as novas tecnologias.

Última modificação em Sexta, 30 Junho 2017 19:38
Cheila Naves

Mãe de três filhas, Cristã, Professora do IFTO, Empresaria de uma academia exclusivamente feminina. Foi a primeira coordenadora do projeto social internacional Brasil - Canadá, que trabalhava com mulheres em estado de vulnerabilidade.

www.colunaviptocantins.com.br/cheila-naves

Colunistas



Acesso Restrito

Contato

© Todos os direitos reservados. Ivonete Eich / Coluna VIP Tocantins | 2013-2017.

Desenvolvido por OceanoAzul 100x27