topocolunavip

Publicidade
Sexta, 05 Abril 2019 12:56

Vacina de Febre Amarela: quais países exigem e como obter o certificado

Publicado por
Avalie este item
(0 votos)

Se proteger da febre amarela é um dos cuidados mais importantes de quem vai viajar para destinos internacionais e também no Brasil. Além de garantir segurança para sua saúde, ao tomar a vacina você evita problemas na entrada de países em que esse tipo de vacina é obrigatória e deve constar no Certificado Internacional de Vacinação. Nos Estados Unidos, Canadá e na Europa não há a exigência. No entanto, é obrigatório se vacinar para ir à África do Sul, Austrália, Ásia, entre outros destinos. Inclusive, desde o início de 2017 mais países da América do Sul e do Caribe também adotaram a medida.

A recomendação é procurar um posto de vacinação credenciado com pelos menos 10 dias antes do embarque e, para viagens internacionais, é necessário também obter o certificado internacional de vacinação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Os dois são gratuitos e explico melhor sobre eles a seguir: 

  Por que preciso tomar a vacina antes de viajar?

A vacina é importante para evitar a transmissão do vírus e prevenir a doença. Os sintomas podem ser parecidos com os de uma gripe, como dor de cabeça e febre, até quadros mais graves, como problemas neurológicos.

  Quando devo tomar?

A recomendação é se vacinar no mínimo 10 dias antes de iniciar a viagem, para que a imunização tenha 100% de efeito depois de aplicada.

  Onde tomar?

Procure saber quais os postos de vacinação mais próximos de você oferecem a dose contra febre amarela.

  Como emitir o certificado internacional?

Alguns postos de vacinação emitem o certificado na hora. Se este não for o caso, você deve ir aos postos autorizados da Anvisa.

Antes, faça seu cadastro online. Em seguida, compareça ao posto com a Carteira de Vacinação, documento de identidade e comprovante de viagem a País que exige o certificado internacional.

Importante: a dose fracionada da vacina não é válida para a emissão do certificado internacional.

  A vacina é segura?

A imunização é válida ao longo da vida – o governo federal e a OMS (Organização Mundial da Saúde) pedem somente uma aplicação. Há restrições somente para grávidas, crianças com menos de seis meses e mulheres que amamentam. A vacinação para pessoas com mais de 60 anos deve ser analisada a cada caso. Se necessário, é possível emitir um certificado de isenção da vacina.

  Onde é obrigatório se vacinar?

Alguns países da América do Sul e da América Central passaram a exigir a vacina de febre amarela após os recentes casos da doença nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Fique atento às conexões aéreas: a vacina é exigida para as conexões ou escalas durante o voo (exceto Panamá), mesmo se o seu destino final não é em um país com risco de transmissão. Veja a lista completa:

Bolívia – a vacina é exigida para entrada na Bolívia desde 1º de maio, assim como a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação.

Venezuela – vai para Caracas, na Venezuela? É obrigatório tomar a vacina conta a febre amarela e apresentar o comprovante para emissão do certificado internacional antes do embarque para o país. A exigência está em vigor desde a última semana de março.

Colômbia – em abril, a Colômbia também passou exigir a vacina dos brasileiros. Ao viajar para destinos como Bogotá, Cartagena e San Andres ou durante voos com conexões, programe-se com antecedência para se vacinar e apresentar o certificado internacional.

Paraguai – o Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela passa a ser exigido no dia 01 de fevereiro de 2018 com pelo menos 10 dias de antecedência da chegada ao país.

Panamá – o país passou a exigir a vacina de turistas brasileiros desde fevereiro. Seu voo inclui conexão no Panamá? A vacina não é exigida para as conexões, desde que o passageiro não saia do aeroporto.

Cuba – desde fevereiro, todas as viagens a Cuba precisam do Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela. Lembrando que a emissão desse documento é um serviço gratuito e você também não gasta nada para tomar a vacina.

Nicarágua, El Salvador e Guiana – estes países passaram a exigir a vacinação contra febre amarela de quem sai do Brasil. As medidas foram oficializadas entre fevereiro e março deste ano.

Aruba – a vacina passa ser obrigatória a partir de março de 2018. O país exige o Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela com pelo menos 10 dias de antecedência da data de chegada em Aruba.

Brasil – em uma viagem pelo Brasil também vale a pena considerar a imunização antes de ir para os estados do Norte, Centro-Oeste e Sul do país, assim como para o Maranhão, Piauí e no oeste e extremo sul da Bahia. A recomendação também é válida a quem vai para Minas Gerais, para o oeste do estado de São Paulo, norte do Espirito Santo e nas regiões norte, noroeste e serrana do Rio de Janeiro.

Veja outros destinos que exigem vacina contra febre amarela para viajar:

Caribe

Bahamas

Jamaica

Barbados

St. Maarten (voando American Airlines)

Costa Rica

Trinidad e Tobago

Ilha de Martinica

 

América Central

Guatemala

Honduras

Belize

Suriname

Oceania

Austrália

África, Ásia e Oriente Médio

África do Sul

Líbano

Arábia Saudita

Madagascar

Angola

Moçambique

Egito

Namíbia

Ilha Maurício

Nepal

Tailândia

Nigéria

Índia

Quênia

Blangadesh

República Democrática do Congo

Botswana

Sri Lanka

Butão

Seychelles

Camboja

Tanzânia

China

Tibete

Cingapura

Tunísia

Fiji

Vietnã

Filipinas

Zambia

Ilhas Maldivas

Zimbabue

Indonésia

Laos

Juliana Ferreira

Juliana Ferreira

Olá amigos, sou Juliana Ferreira e viajo muito, amo conhecer o mundo. Vou contar minhas experiências e vocês podem me enviar as suas. Muitas dicas de Turismo para vc e sua familia, aqui !

Publicidade

Colunistas

Acesso Restrito

Contato

© Todos os direitos reservados. Ivonete Eich / Coluna VIP Tocantins | 2013-2017.

Desenvolvido por OceanoAzul 100x27