topocolunavip

Publicidade
Ivonete Eich

Ivonete Eich

Colunista social, jornalista, empresária, formada em Ciências, professora de matemática, química, física e biologia. Gaúcha de Cerro Largo, três filhos e quatro netos. Reside no Tocantins desde 2006.

Em homenagem ao Dia das Mães, comemorado no último domingo, 10 e ao Dia do Enfermeiro, celebrado em todo dia 12 de maio, a Banda de Música da Polícia Militar realizou duas apresentações no sábado, 09, nos estacionamentos do Hospital Geral de Palmas (HGP) e do Hospital e Maternidade Dona Regina Siqueira Campos (HMDR). A live da apresentação foi transmitida em rede social do 1º Batalhão da Polícia Militar, para evitar aglomerações devido o novo coronavírus. O público alvo foi orientado assistir pelo aparelho celular.

Com canções populares como “Mãe, um pedaço de céu”, de Leonardo Sullivan, “No dia em que eu saí de casa”, de Zezé Di Camargo e Luciano, “Fogão de lenha” de Chitãozinho e Xororó, “Como é grande meu amor por você”,  de Roberto Carlos” os músicos levaram um pouco de emoção aos pacientes, acompanhantes e servidores.

“Ações como esta demonstram e traduzem a singela homenagem da PMTO, através do 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM) e da Banda de Música, ao dia das mães e ao dia dos enfermeiros que nesse momento de crise sanitária e isolamento social estão em sua maioria impedidas de confraternizar com suas famílias. A ideia não é apenas garantir a segurança do cidadão mas também fomentar a valorização desses profissionais que assim como os militares, estão na linha de frente no combate ao Covid-19", destacou o Tenente Coronel de Souza, comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar.

 “É muito importante para a Polícia Militar participar de um momento em que as pessoas tem que estar longe mas querem estar perto e a música tem o poder de aproximar quem precisa de um afago, não só as que estão doentes, mas também quem está lá trabalhando para garantir a saúde de outras pessoas”, pontuou o maestro da banda, capitão Teixeira.

Por causa da pandemia, a Banda da Polícia Militar se apresentou com um número de músicos reduzido, buscando manter uma distância e todos os cuidados necessários recomendados pelos profissionais da saúde.

Emoção e agradecimento

"Só temos agradecimentos aos músicos, por levarem alegria e reconhecimento às mães e a nossos profissionais enfermeiros que são comprometidos e dedicados no cuidado ao paciente", declarou o diretor geral do HGP, Leonardo Toledo.

Para a diretora geral do HMDR, Débora Petry "As pessoas ficaram extremamente emocionadas. Músicas conhecidas que nos trouxeram sentimentos bons, em um momento crítico que estamos vivendo. Com o isolamento social, temos muitas mães afastadas de seus filhos, outros filhos afastados de suas mães. Nossas equipes necessitam dar assistência aos pacientes e não podem ficar em casa se protegendo. Na unidade as puérperas não estão podendo ficar com acompanhante devido ao risco da transmissão do vírus, então se sentem sozinhas num dia especial como o Dia das Mães. A música tem o poder de elevar o espírito e trazer lembranças boas. só temos que agradecer!", disse.

Para a enfermeira do HMDR, Janayna Pires,"foi maravilhosa a apresentação, uma descontração neste momento tão delicado de pandenia. As mães assistiram das janelas e juntamente com servidores aplaudiram. Uma canção que me marcou foi a de Roberto Carlos. Uma apresentação  incrível!", afirmou.

A live da banda aconteceu nos estacionamentos do HGP e do Hospital e Maternidade Dona Regina Siqueira Campos e foi transmitida na web

Luciana Barros e Andressa Santos/Governo do Tocantins

 Ascom/PM

Foto 01: A Banda de Música da Polícia Militar levou alegria e emoção ao HGP e Hospital Dona Regina

Durante a pandemia da Covid -19, a recomendação do Ministério da Saúde (MS) é para o uso de máscaras de proteção facial, mas a orientação não inclui crianças menores de dois anos. O item, apesar de ser obrigatório no Município de Palmas, conforme prevê o Decreto nº 1.884/2020, não deve ser utilizado por pessoas que não consigam removê-lo sem assistência.

A médica pediatra que atua no Ambulatório de Atenção à Saúde (AMAS), Fernanda Felipe Camelo, explica os riscos ao utilizar máscaras de proteção em menores de dois anos. “As máscaras protetoras podem causar sufocamento e mesmo no tamanho adequado podem deixar a criança irritada o que provavelmente aumenta a chance da mesma levar a mão ao olho e boca. Além de que, as crianças nessa faixa etária tendem a babar, fazendo com que a máscara fique úmida e não cumpra a função desejada e ainda aumentando o risco de contágio se essa saliva estiver contaminada com o vírus”, ressaltou ela.

As medidas para restringir o contágio pelo novo Coronavírus (Covid-19) atingiram fortemente o setor cultural, especialmente atividades como o circo, teatro, stand up comedy e dança, que tiveram espetáculos, atividades de ensino, turnês e até festivais cancelados, em razão das aglomerações que provocam as produções. Apesar de entender e concordar com a necessidade da restrição em tempos de pandemia, os atores, bailarinos, artistas de circo e outras profissões e atividades, diretas e indiretas, necessitam de apoio de toda a sociedade, pois muitos já passam por uma série de dificuldades financeiras.

Diante disso, a Federação Tocantinense de Artes Cênicas (Fetac) oficiou órgãos de poderes executivos estaduais e municipais com a solicitação de ações efetivas de apoio aos artistas regionais. De acordo com o presidente da Federação, o ator e diretor Kaká Nogueira, o objetivo é de garantir providências efetivas e urgentes quanto ao enfrentamento da situação do efeito econômico-cultural da pandemia do Covid-19 em relação à cultura no Tocantins. “O isolamento social imposto, necessário para o controle da pandemia, causa neste momento cancelamentos de muitas atividades que geravam renda, colocando vários destes profissionais que vivem exclusivamente de sua arte em situação de extrema vulnerabilidade”, aponta.

A Federação solicita adequações de políticas públicas para a cultura, assim como tem sido executado em outros estados e municípios brasileiros, que estão abrindo editais e outras ações de fomento e apoio aos artistas locais. “Esperamos com urgência estas mesmas iniciativas dos principais órgãos de apoios e promoção da cultura dos Governos Municipais e Estadual do Tocantins”, anseia o presidente da Fetac. O presidente da Federação destaca ainda que esses profissionais geralmente não ganham salário fixo, nem têm carteira assinada. “Em condições normais, são profissionais que já estão sujeitos a uma vida de imprevisibilidades. Ficar sem trabalhar por longos períodos pode ser financeiramente devastador”, complementa.

O Ofício foi encaminhado na quarta-feira, 25, e é direcionado à Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura de Economia Criativa (Adetuc), Fundação Cultural de Palmas (FCP), Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Araguaína (Seduc), Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Gurupi (Secult) e outros órgãos de gestão cultural de municípios do Tocantins.

Fetac

A Federação Tocantinense de Artes Cênicas (Fetac) é composta, atualmente, por mais de 200 profissionais das áreas de teatro, dança, stand up comedy e circo no Tocantins (grupos, companhias, coletivos, artistas individuais, técnicos e criadores profissionais da cena), representantes de cerca de 20 grupos de Palmas, Araguaína, Gurupi e Porto Nacional. A formação se deu por uma necessidade da criação de uma instituição que represente as artes cênicas no Tocantins, do fortalecimento da cadeia produtiva local e busca por representatividade estadual do segmento.

A Diretoria Executiva da Fetac é composta pelo ator Kaká Nogueira (presidente), a bailarina Renata Souza (vice-presidente), a atriz Bell Gama (secretária), o ator George Henrique Silva (diretor regional Norte), o ator Fernando França (diretor regional Sul), o ator Lucas Justino (diretor regional Centro), o ator e produtor Nival Correia (diretor de projetos) e a jornalista e atriz Cinthia Abreu (diretora de comunicação). O Conselho Fiscal da Fetac é composto pelo ator Guilherme Vieira  (Norte), pela artista circense Marcela Pultrini (Central) e o artista circense Vinícius Martins (Sul).

Cinthia Abreu

(63) 9 8427-1805

*Fotos: Registro da eleição da nova diretoria realizada pela Federação, no mês de fevereiro deste ano.

A quarentena em função do novo coronavírus levou ao cancelamento de aulas da rede regular e também de atividades extracurriculares no Tocantins e também pelo País afora. Para não paralisar o ensino de arte e também para ofertar momentos leves de aprendizado e diversão, o Espaço Cultural Artpalco oferece aos seus alunos aulas na modalidade online.

São oferecidos cursos em diversas modalidades, como o balé clássico, dança de salão, dança contemporânea e desenho artístico. De acordo com o diretor do Espaço Cultural Artpalco, George Henrique Silva, as improvisações pela internet têm garantido aos alunos muitas e boas lições de casa. “Os alunos se entregam mesmo, como se estivessem nas aulas presenciais. Elas vestem uniforme, arrumam o cabelo e usam meia calça e sapatilha, empenhadas em garantir o melhor resultado de não parar e seguir aprendendo para que, quando tudo passar, todos possam estar de volta e com o rendimento a todo vapor”, declara George Henrique.

A professora de balé do Espaço, Elck Dalyla Sousa dos Angelos, afirma que os exercícios e passos são ajustados para que os movimentos possam ser feitos em espaços menores, como salas ou quartos dos estudantes. “A barra é adaptada para cadeiras, sofás e o linóleo ao piso. O importante é não deixar de dançar, tornar toda essa dificuldade já gerada pelo isolamento social em dinâmicas e exercícios que, certamente, vão tornar o dia a dia mais leve”, conclui a professora.

Inscrições

Além dos alunos que já são matriculados e receberam orientações para a adaptação das aulas online, o Espaço Cultural Artpalco aceita novos interessados na prática.

 

Cinthia Abreu.

 

 

Saúde Intima e Direito da Mulher – Autonomia Sobre o Corpo e a Vida. Esse foi o tema de um bate-papo que aconteceu nesta última quinta-feira, dia 12, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. O coquetel, que aconteceu no Terraço do Edifício Urban Futuro, com uma linda e privilegiada vista da cidade, foi promovido pela Ginecologista e Obstetra, Dra Francielle Batista.Além da fala da médica sobre a saúde da mulher, participaram do bate-papo a vice-presidente da OAB Tocantins, Janay Garcia, que falou sobre os direitos e garantias legais da mulher, e Master Coach Karla Barros, falando sobre equilíbrio emocional. “Muito além de um simples oficio profissional, sinto que cuidar de mulheres é o meu propósito. Acredito que informação é poder e que uma mulher bem informada pode transformar a sua realidade”, finalizou Francielle.

 Serviço:
Branding do Evento: Ludmylla Abreu
Decoração: Karla Milhomens
Bufffet: Bianca Rocha – Both
Som e Iluminação: Dj Guirolle
Apoio: Urban Incorporações

Os motores começaram esquentar cedo no Kartódromo Rubens Barrichello  neste sábado, 07, com os treinos livres e tomada de tempo para a primeira etapa do Campeonato Tocantinense de Kart, que teve a largada oficial às 14h. E as mulheres aceitaram o desafio, e pelo segundo ano consecutivo vem para pista na categoria ‘F 400 batom’, mostrando que esse esporte ganhou seus corações e que a adrenalina corre também em suas veias.

Profissionais do segmento de cabelo, pele, estética e acessórios de Palmas e região poderão durante três dias aproveitar uma variedade de novidades do ramo, inovação e preços direto de fábrica. A edição da ‘Fegobel+’ (Feira e Congressos Profissionais) em Palmas iniciou nesse domingo, 08, e segue até terça-feira, 10, no Centro de Convenções Arnaud Rodrigues, com entrada de 1kg de alimento não perecível. O evento destinado a profissionais, mas também traz muita economia ao consumidor final com produtos de beleza a partir de R$ 10,00.

A mais famosa história de vampiros da literatura e do cinema, “Drácula” acaba de ganhar mais uma adaptação para os palcos do teatro. A comédia teatral é o próximo espetáculo do repertório da Cia de Teatro Cenaberta, que entra em cartaz no Theatro Fernanda Montenegro, de 05 a 08 de março deste ano. A estréia é uma produção independente da Cia Cenaberta.

A obra homônima a de Bram Stoker é idealizada e roteirizada pelo dramaturgo paulista Wilson Fumoy, que traz boas e divertidas histórias passadas alguns anos à frente dos tempos tradicionais de Conde Drácula. “Como estaria o famoso e honrado Conde Drácula nos dias de hoje? A decadência, as necessidades tão diferentes dos tempos antigos fizeram de nosso imortal um homem fraco e falido”, explica o autor.

Profissionais da Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas (Fesp) e um grupo de residentes estão promovendo capacitações com colaboradores de várias áreas da rede de Saúde da Capital para recepcionar os novos residentes que vão integrar os programas de residências em saúde no período de 2020/2021.

Para que os novos residentes conheçam parte dos serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) de Palmas, a Fesp em parceria com a Secretaria Municipal de Palmas (Semus) e o Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra) realizará a segunda edição do Projeto Vivências e estágios na realidade do SUS, o Viver-SUS 2020, que ocorrerá nos dias 05 e 06 de março, integrando a semana do VI Encontro do Plano Integrado em Residências em Saúde para acolher os novos residentes.

As atividades dos cursos de iniciação em artes e projetos especiais da Fundação Cultural de Palmas (FCP) serão retomadas nesta segunda-feira, 03, às 19 horas, no Cine Cultura, no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, com Aula Inaugural, ministrada pelo professor de Teatro João Vicente, com o tema ‘Jogo de Expressões’, além de apresentações artísticas de professores e alunos dos cursos da FCP.

A arte em suas diversas vertentes será o fio condutor do evento, que contará com apresentações da cantora lírica Helena Zica, acompanhada do professor de piano Fábio Geriz; dos alunos de canto do Espaço Mais Cultura, Thalita de Souza Santos, Tassio de Souza Santos e Tairone de Souza Santos. Também será apresentado trecho da peça ‘Auto da Compadecida’, com os personagens ‘João Grilo e Chicó’, espetáculo da Cia de Teatro Fernanda Montenegro do Centro de Ensino e Treinamento Artístico (Ceta). Para encerrar, será exibido o documentário ‘Com Amor, Van Gogh – O Sonho Impossível’. LEIA MAIS: 

Página 1 de 61
Publicidade

Colunistas

Acesso Restrito

Contato

© Todos os direitos reservados. Ivonete Eich / Coluna VIP Tocantins | 2013-2017.

Desenvolvido por OceanoAzul 100x27