Colunistas6

Publicidade
Quarta, 08 Agosto 2018 09:02

Telas em Cenas traz ao Tocantins pré-estreia de “Sertão Velho Cerrado” e troca de experiências com profissionais locais do audiovisual

Publicado por
Avalie este item
(0 votos)

Com o objetivo de incentivar a produção audiovisual no Tocantins, o projeto Telas em Cena dá início às atividades, com sessões de cinema para a comunidade em geral e debate com realizadores locais. Um realização do Ponto de Cultura “Telas em Cena”, a iniciativa do projeto é do produtor e diretor Nival Correia com coordenação técnica da produtora Stella Antunes.

A programação acontece no Cine Cultura, no Espaço Cultural de Palmas, na próxima quinta e sexta-feira, 9 e 10. A abertura das atividades contará com pré-estreia do longa-metragem “Sertão Velho Cerrado” e presença do diretor André D’Elia. O filme mostra a importância do bioma Cerrado para a comunidade brasileira e a preocupação com o seu fim. O filme, com filmagens na Chapada dos Veadeiros, fala desse bioma que tem 40 milhões de anos e que agora se vê ameaçado pelo desmatamento.

Já na sexta-feira, o projeto recebe representante O2 PLAY, Jair Silva, considerada uma das mais importantes distribuidoras de filme no Brasil. Na ocasião, Jair Silva media um bate-papo com diretores e representantes do audiovisual brasileiro, oportunizando troca de experiências com público e profissionais do audiovisual do Tocantins.

O2 Play

A O2 Play é dirigida por Igor Kupstas, sob a tutela de Paulo Morelli, sócio da O2 Filmes, e faz parte do grupo O2, que tem como sócios também o cineasta Fernando Meirelles e a produtora Andrea Barata Ribeiro.

Uma distribuidora digital, além de lançar filmes para o cinema, vende para TV, atua no mercado internacional e tem como principal diferencial O VOD (Video On Demand), como uma distribuidora digital. Tem contratos com plataformas como o iTunes, Google Play, Netflix, NOW, Claro Vídeos, Vimeo, ofertando além de conteúdos longa-metragem e seriados também serviços de delivery (Encoding).

A O2 Play lançou em cinema filmes como Cidade Cinza (2013), com os grafiteiros Os Gêmeos, Latitudes (2014), romance com Alice Braga e Daniel de Oliveira que foi parte de um inovador projeto transmídia; Junho – O Mês que Abalou o Brasil (2014), documentário da Folha de São Paulo, primeiro filme a chegar aos cinemas e em VOD na mesma data; A Lei da água (2015), documentário de André D’Elia com produção de Fernando Meirelles; e A Bruta Flor do Querer (2016), vencedor de dois prêmios em Gramado.

Projeto

A atividade é uma realização do Instituto Social do Tocantins  em  parceria com a Fundação Cultural de Palmas e Ministério da Cultura, através do edital de Pontos de Cultura de Palmas. Responsável pelo “Telas em Cena”, o diretor Nival Correia explica que a intenção é que o projeto acontece mensalmente, com lançamentos de filmes de projeção nacional no Tocantins, sempre com a presença de diretores e produtores de renome nacional em troca de experiências com profissionais do audiovisual no Tocantins.

Segundo Nival, a proposta é contribuir para o desenvolvimento e fortalecimento da cena audiovisual palmense. "Palmas tem se destacado através do enfoque audiovisual, com produções independentes locais e a nível nacional, com produções de grande visibilidade como filmes e novelas, que potencializaram os recursos criativos da cidade, gerando emprego e renda de forma direta com a contratação de profissionais locais e  com a prestação de serviços", conta Nival Correia.

O projeto Telas Em Cena divide-se em quatro eixos:  Informação, Política e Diretrizes,  Intercâmbio, e Difusão com ações direcionadas que   atendem demandas de produtores locais, diretores, roteiristas, Estudantes da Rede Pública de ensino, Crianças, adolescentes e jovens, Idosos, Populações de baixa renda de Zona Rural e situação de vulnerabilidade.

Eixo 1. Informação - Através de encontros entre realizadores do audiovisual de Palmas, produtores, roteiristas,  diretores com os principais players televisivos ou de conteúdo Video on demand (VOD) do mercado audiovisual brasileiro, os agentes de distribuição em painéis expositivos, apresentarão  aos participantes  a linguagem e direcionamentos que compõe as grades de programação de suas respectivas plataformas de distribuição, com definição de seu  público alvo, formatos de obras, linhas de pesquisa e produção, trazendo informação de relevância aos processos de criação e produção dos profissionais locais.

Eixo 2. Políticas e Diretrizes - Com um debate mediado pelos representantes da CONNE, será apresentado aos participantes, as estratégias para definição de políticas de integração e  democratização  dos conteúdos independentes, nas regiões Centro Centro-Oeste, Norte e Nordeste ante as entidades de regulação do audiovisual brasileiro.

Eixo 3. Intercâmbio - Promovendo intercâmbio entre realizadores locais e diretores com produções em exibição Cine Cultura do espaço Cultural, serão convidados a vir a Palmas dialogar com público, produtores, roteiristas, diretores a cerca da produção e os aspectos gerais da narrativa de seu trabalho.

Eixo 4. Difusão - Serão realizadas sessões com exibição dos filmes locais independentes na zona rural da cidade “Mostra Cine Buriti”, afim de promover a difusão dos projetos dos realizadores locais em regiões desfavorecidas do acesso ao cinema.

Perfil

Jair Silva  - Integrante da O2 Play, especialista no serviço On Demand, atual programador da O2 Play, do cineasta Fernando Meirelles.

André D’Elia - O produtor e cineasta é diretor do  longa "Ser Tão Velho Cerrado", que  tem a participação de Juliano Cazarré e de Reynaldo Gianecchini, além do mestre espiritual Prem Baba e de biólogos, prefeitos e ambientalistas.

Serviço

O quê – Projeto “Telas em Cena”

Quando – Quinta e sexta-feira, dias 9 e 10/08

Dia 09/08

- 20 h - Pré-estreia do Longa Sertão Velho Cerrado com a presença do diretor André D’Elia

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Dia 10/08

- 08h -  Conversa com o programador da O2 Play, Jair Silva, com produtores, diretores e roteiristas de Palmas

Entrada Franca

Cinthia Abreu

Ivonete Eich

Colunista social, jornalista, empresária, professora de matemática, química, física e biologia. Natural de Cerro largo RS. 
 

Colunistas

Acesso Restrito

Contato

© Todos os direitos reservados. Ivonete Eich / Coluna VIP Tocantins | 2013-2017.

Desenvolvido por OceanoAzul 100x27